Condomínio – 18 ações positivas na pandemia

Publicado em 23/04/2020 - Editado em 19/05/2020 | Comentarios > ver comentários

A crise da pandemia trouxe para nossa realidade a necessidade de novas adaptações e mudanças de comportamento que de um modo geral sinaliza o novo cenário mundial.

O condomínio é um ambiente onde essas transformações foram sentidas merecendo o nosso apoio e incentivo. Além da redução de despesas sugeridas, apresentaremos algumas ideias solidárias e comportamento adequado segundo o conhecimento de especialistas em crises agudas.

Atos solidários:

- Ao pedir ou fazer compras de alimentos e produtos de limpeza, separe alguns itens para doação aos funcionários e seus familiares;

- Ofereça seu tempo livre para atender as necessidades dos idosos do condomínio, indo na farmácia, buscar um pão para o café, ir ao mercado é algumas das iniciativas;

- Conversar com o síndico e pedir autorização para promover uma leitura de poemas, tocar ou cantar uma canção, conduzir uma oração da sacada ou janela da sua unidade para amenizar o isolamento dos vizinhos;

- Usar o grupo de whatsApp para divulgação de textos ou informações relevantes. Evite a postagem de fake news e comentários políticos que possam gerar atrito entre os moradores;

Além das atitudes solidárias, aproveitar o momento para mudar comportamentos para quando a pandemia passar; porque não será viável retornar às rotinas como se nada tivesse ocorrido.

Os conselhos selecionados é fruto das experiências de profissionais de várias áreas acostumados com adaptações em condições de crise. Uma visão humana para se ajustar à pandemia em meio ao isolamento social e restrição de circulação.

Comportamento recomendado:

- Foque no que precisa ser feito e deixe o resto. É normal sentir-se desconfortável com essa crise;

- Perceba como é positivo ter um trabalho ou tarefa apesar da ansiedade;

- Não descuide da alimentação, família, amigos e atividades físicas adaptadas;

- Não compare suas tarefas com outros. Cada qual com suas rotinas;

- Vigilância constante da sua segurança física e mental;

- Trace planos e estratégias de emergência com sua família. Evite discussões ou brigas que prejudicam o sistema de proteção natural do corpo;

- Crie conexões com os vizinhos, familiares e amigos, mas mantenha o distanciamento físico, principalmente daqueles vulneráveis ou no quadro de risco;

-Não se isole. Ficar sozinho pode ser fatal. Tenha uma rede de apoio social;

- A mente depois de um tempo cria condições de adaptação e aos poucos readquire capacidade de voltar a trabalhar e desempenhar suas funções;

- Coragem para ter novas ideais. Mude o modo como pensa e como vê o mundo. A pandemia derruba todas as nossas crenças falhas;

- Mantenha o hábito de acordar no horário de costume. No trabalho em home office mantenha os horários e entregue as tarefas. Reserve um tempo para cursos online, há vários e gratuitos;

- Não acelere nenhum estágio das suas atividades para não cansar e abandonar as estratégias. Prepare sua mente para uma crise que irá durar alguns meses no melhor cenário;

- Trabalhe com serenidade e bem-estar para suportar períodos longos de isolamento social;

- Nada de entrar em um processo de negação. A ciência e fé devem andar juntas norteando as ações;

Ser criativo para aprender novas fórmulas e maneiras de viver. Ao final da pandemia estaremos preparados e fortes;

Um mundo novo e transformado irá surgir após essa pandemia. E o condomínio não ficará fora dessa nova realidade onde deverá haver uma maior participação do síndico, condôminos, moradores, administradora de condomínios e prestadores de serviços.

 

Comentários


A dez mais vistas


O que outros visitantes estão vendo agora

O que outros visitantes estão vendo agora

Menu