Covid-19 Mudança Comportamental

autoria
Por: Adriana Glad Jorge - Profissional de Educação Física, Pedagoga, Síndica Profissional e Diretora da AGJ Gestão Condominial   
Publicado em 04/12/2020 - Editado em 04/12/2020 | Comentarios > ver comentários

Não está sendo fácil para ninguém em ter que mudar seus hábitos em virtude de uma doença que ninguém esperava que fosse tão perigosa, chegando à morte.

Não existe remédio para você ficar em casa, para fazer os procedimentos de prevenção necessária, pois tudo isso é uma questão de ATITUDE.

A convivência em condomínio também foi modificada de outra forma: antes os condôminos, nas áreas comuns, tinham que aprender a sociabilizar, ter tolerância, saber ouvir, ser mais pacientes, ser compreensivos, ter respeito..., hoje tudo isso está de uma forma diferente, sem aglomerações, saber respeitar a si mesmo e ao próximo.

Tudo é uma questão comportamental que depende exclusivamente de um só pronome: EU!

EU faço as escolhas!

O que convém, EU penso, e pelo pensamento, EU decido!

Embora nem sempre possamos mudar as circunstâncias, há algo sobre o qual sempre temos controle: esforçamo-nos o máximo possível de acordo com as qualidades e limitações que possuímos.

Tanto no condomínio como na sociedade, temos regras, regulamentos a serem seguidos e quando nos deparamos com uma situação nova, haverá sempre uma reação, senão, não é mudança.

A única diferença é que não podemos fazer tudo, mas podemos fazer a nossa parte. No entanto, isso só será alcançado quando tivermos as atitudes assertivas, pois temos o discernimento do que é certo ou errado.

Nós, seres humanos, somos muito semelhantes, mas também diferentes, pois a ATITUDE é que leva em conta.

Tanto na sociedade quanto nos condomínios, existem representantes legais, e hoje, o foco é saúde. A ATITUDE que os representantes legais tomaram é porque se preocupam com o próximo.

No condomínio usar máscaras e luvas, álcool gel, intensificação da limpeza, diminuição de pessoas dentro dos elevadores, interdição da área comum, comunicados referentes aos assuntos, afastamento de grupo de risco, são procedimentos necessários, agora.

Na sociedade, sair quando estritamente necessário.

“As espécies que sobrevivem não são as mais fortes, nem as mais inteligentes, e sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças”

Charles Darwin – criador da teoria da evolução das espécies.

E você qual será a sua ATITUDE?

 

 

Sobre a autora:

Adriana Glad Jorge - Profissional de Educação Física, Pedagoga, Síndica Profissional e Diretora da AGJ Gestão Condominial – contato: glad.jorge@terra.com.br

Profissional da área de Educação Física, CREF 17127, Pedagoga, Pós Graduada em Treinamento Desportivo, certificação no curso de Sindico Profissional e de Formação em Coaching. Ministra aulas no Colégio Passionista São Paulo da Cruz e coordena projetos. Coordenadora do Curso para Zeladores da empresa "Aosindico" e colunista no mesmo. Atua na área Educacional e Esportes há 29 anos e na Área Condominial há 18 anos.

 

 

Comentários


O que outros visitantes estão vendo agora

O que outros visitantes estão vendo agora

Menu